1. Home
  2. |
  3. Instruções para recebimento de...

Instruções para recebimento de produtos termolábeis

O Grupo União Química Farmacêutica Nacional S/A adota – para a distribuição de produtos termolábeis (abaixo de 8,0oC) e climatizados (abaixo de 25,0oC) – sistemas para manutenção das condições de temperatura das cargas em transporte, seja em veículos refrigerados ou caixas de isopor termicamente isoladas contendo material refrigerante (gelo); adicionalmente, o Grupo realiza estudos de qualificação conforme legislações sanitárias e Boas Práticas, que garantem a estabilidade térmica das embalagens de acondicionamento durante o transporte.
Ao receber as cargas:
• Não deixe os volumes recebidos sob o sol ou próximos de fontes geradoras de calor.

• Realize a medição correta da temperatura no ato do recebimento.

• Utilize SOMENTE instrumentos com a CALIBRAÇÃO VÁLIDA NA FAIXA DE UTILIZAÇÃO, com pelo menos três pontos de calibração de 2,0 a 8,0°C (para medição de temperatura de produtos termolábeis) ou 10,0 a 25,0°C (para medição de temperatura de produtos climatizados), e com especificações que atendam aos requisitos metrológicos, como precisão/exatidão (mínimo, 0,5°C) e resolução (mínima de 0,1°C).

Não fure a embalagem com o termômetro de espeto

 

Não deixe o produto sob o sol

 

Não deixe o produto próximo de fontes geradoras de calor

 

 

Para realização da medição de temperatura de produtos acondicionados em caixas de isopor:

Abra o volume recebido apenas no interior de áreas que atendam a mesma temperatura de conservação do produto (exemplo: CÂMARA FRIA PARA TERMOLÁBEIS), uma vez que isso diminui a troca térmica entre o ar externo e o produto, diminuindo o risco de um erro na leitura devido interferência da temperatura ambiente. Medir a temperatura em áreas com temperaturas não controladas pode interferir diretamente na leitura da temperatura interna da embalagem e gerar um falso resultado.

Caso seja utilizado TERMÔMETRO ESPETO, mantenha e ligue o sensor a ser utilizado no interior da área refrigerada (para produtos até 8,0oC) ou climatizada (para produtos até 25,0oC) e aguarde o tempo de estabilização recomendado pelo fabricante do sensor para ambientação do termômetro, antes da medição. Insira a haste entre os cartuchos ou frascos dos produtos. Após a acomodação do termômetro entre os produtos, aguarde para confirmar o valor de leitura. NÃO UTILIZE O TERMÔMETRO ESPETO PARA PERFURAR A EMBALAGEM, pois há risco de danificar o produto ou o elemento refrigerante, bem como a ponta do sensor do termômetro.

 

O termômetro de infra-vermelho (pistola) é o método menos recomendado. Caso seja o sensor de escolha, utilize-o no VOLUME ABERTO (dentro de local que atenda a temperatura do produto, como câmara fria para produtos até 8,0oC ou área climatizada para produtos até 25,0oC), e não diretamente no isopor fechado. Mantenha a pistola sem uso no interior da área refrigerada ou climatizada e aguarde o tempo de estabilização recomendado pelo fabricante do sensor para ambientação do termômetro, antes da medição. Caso tenha utilizado anteriormente o mesmo sensor para medir outro tipo de material que não seja aquele que compõe a embalagem do produto (exemplo: medição de temperatura corporal, de metais, borrachas, etc.), também aguarde o tempo de estabilização recomendado pelo fabricante do sensor para ambientação do termômetro, antes da medição. Realize a medição apertando o botão da pistola e usando a menor distância possível entre a saída do raio do termômetro e o objeto a ser medido, porém o equipamento não deve encostar no produto. A presença de pó, sujeira ou umidade ambiente pode interferir no percurso de transmissão entre o raio do termômetro e o objeto a ser medido e trazer falsos resultados. A falta de limpeza ou limpeza incorreta da lente do termômetro pode causar um erro de medição óptica. A bateria fraca também é interferente na leitura efetuada por este instrumento.

 

 

Não utilize termômetros de mínima e máxima do tipo termohigrômetro, termômetros sem calibração ou termômetros de mercúrio/corpo de vidro para a medição da temperatura das cargas no ato recebimento.

O motorista, conferente e/ou ajudante deve acompanhar, no ato da entrega, a MEDIÇÃO da temperatura, validando a entrega dos produtos nas CONDIÇÕES EXIGIDAS.

Caso as instruções acima não sejam seguidas, a união Química Farmacêutica nacional S.A. não se responsabilizará por DESVIOS DE TEMPERATURA  ocasionados pelo manuseio indevido ou medição incorreta no ato do recebimento.

 











Empresa brasileira com mais de 80 anos de história no mercado farmacêutico.



Avenida Magalhães de Castro, 4.800
16º andar - Conjuntos 161 e 162
Edifício Continental Tower
05676-120 / São Paulo-SP

Instagram



Copyright © 2021 União Química. Todos os direitos reservados

x
ConveyThis