x

Fernando Marques participa, em São Petersburgo, do evento considerado “Davos russo”, com presença de maiores fabricantes de vacina do mundo

Fernando Marques foi o único empresário brasileiro a ser convidado pelo governo russo para participar do Fórum Internacional de São Petersburgo, evento que ocorre até sábado (5/6) na segunda maior cidade da Rússia. Ele é dono da União Química, laboratório responsável pela fabricação da vacina russa Sputnik V no Brasil.

“Graças à parceria com o governo russo, a União Química foi a primeira empresa da América Latina a produzir o IFA [Insumo Farmacêutico Ativo] de uma vacina contra a Covid-19, a Sputnik V. Estamos fazendo investimentos para colocar nossa empresa e o Brasil no rol dos maiores produtores de vacinas no mundo”, afirmou o empresário sobre o bloco econômico Brasil-Rússia-Índia-China-África do Sul (BRICS).

Com previsão de 5 mil participantes, um quarto do público de costume, o fórum declarou ter adotado medidas sanitárias, como testes PCR obrigatórios aos convidados.

Nesta sexta-feira (4/5), quando é esperada a presença do presidente da Rússia, Vladimir Putin, o representante da farmacêutica brasileira assinará termos de cooperação tecnológica e comerciais com o setor privado russo. Considerado o “Davos russo” , o evento conta com a presença dos maiores fabricantes de insumos e vacinas contra a Covid-19 no mundo.

A assinatura ocorrerá no mesmo dia em que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) faz reunião para analisar os pedidos de autorização excepcional e temporária para importação e distribuição das vacinas Sputnik V e Covaxin.

Em abril, a agência rejeitou a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil, ao considerar que o imunizante poderia trazer riscos à Saúde.

Confira matéria completa em:

 

Fonte: Metrópoles



Ir para o topo