x

Plantio de 100 mil mudas contribui para manutenção dos níveis de água no sistema Cantareira

A União Química, uma das maiores indústrias farmacêuticas do Brasil, lançou em novembro 2021 o programa Raízes da União, com o desafio de plantar 1 milhão de mudas entre Minas Gerais, Distrito Federal e em São Paulo em cinco anos. Em outubro de 2022, foi iniciado o plantio das primeiras 100 mil mudas no Sistema Cantareira e a ação será finalizada no dia 28 de março. No estado paulista, o programa firmou parceria com o Instituto de Pesquisas Ecológicas — IPÊ, que é o responsável pelo plantio e acompanhamentos das árvores.

O programa Raízes da União de Educação Ambiental, lançado em setembro de 2022 também capacitou até o fim do ano passado um total de 544 profissionais da educação, e gestores da rede pública de ensino impactando mais de 10 mil alunos. A formação seguiu uma grade de seis horas de capacitação, divididas em três encontros, e reforçou a importância do cuidado com o meio ambiente para as futuras gerações.

Além da finalização do plantio das 100 mil mudas na Cantareira, a União Química irá divulgar um relatório com os resultados gerados por meio do programa Raízes da União.

Dados

· O Sistema Cantareira foi o escolhido para ação pois é o responsável por mais de 46% do abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), distribuindo água para mais de 7,6 milhões de pessoas e tem alcançado patamares negativos que ligam um alerta para toda a população. “Não é apenas a chuva que enche os reservatórios, é preciso que o solo absorva essa água, e nesse sentido as árvores têm papel fundamental, por isso iniciativas como o Raízes da União são cada vez mais necessárias”, comenta o Engenheiro Florestal e Coordenador Técnico do Projeto do IPE, Paulo Roberto Ferro.

· Em 7 de março, o Sistema Cantareira registrou um volume útil de 73,25% – maior percentual de armazenamento de água desde 5 de agosto de 2012 (73,3%). Como o maior manancial da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) terminou fevereiro com um volume útil acima de 60%, o Sistema Cantareira voltou a operar na faixa de operação Normal desde 1º de março, o que não acontecia desde maio de 2020. O volume útil é aquele disponível para os usos da água e, somado ao volume morto, resulta na capacidade máxima de armazenamento do reservatório.

A recuperação do armazenamento dos reservatórios do Sistema Cantareira se deve às vazões afluentes (que chegam ao manancial) dos últimos meses, assim como a revitalização da flora e mata ciliar também contribuíram para o aumento do armazenamento no Sistema.

· 100 mil mudas de árvores, 10% da meta da União Química, já representam um potencial de sequestro de 13 mil toneladas de CO2 eq*. Assim, 1 milhão de mudas plantadas, representam uma estimativa de sequestro de até 10 vezes esse número de CO2 da atmosfera e, em extensão, representam uma área equivalente a até 600 campos de futebol**, considerando um espaçamento mínimo de 2,5 m por muda plantada.

· Além das 100 mil mudas na Serra da Cantareira também está em andamento o plantio de 100 mil mudas na Serra da Mantiqueira, importante região hidrográfica do país. Outras 50 mil mudas também estão sendo plantadas no Distrito Federal, tingindo o cerrado nacional.

Fontes

· Porta-voz União Química

· Porta-voz Instituto Ipê

Sobre a União Química

Com capital 100% nacional e com 86 anos de história, o Grupo União Química se posiciona entre as maiores indústrias farmacêuticas brasileiras, com crescimento de mais de dois dígitos ao ano, nos últimos cinco anos. A estrutura está definida em cinco unidades de negócios: Farma (OTCs, Marcas e Genéricos), Genom (Prescrição Médica), Hospitalar (Hospitais Públicos e Privados), Agener Saúde Animal e Terceirização para grandes empresas nacionais e multinacionais. O Grupo União Química possui um dos maiores complexos industriais do mercado farmacêutico, com dez plantas e um centro de distribuição que atendem com excelência às normas nacionais e internacionais de produção e distribuição de medicamentos. A fábrica Bthek (DF) também se dedica à pesquisas, desenvolvimento e comercialização de medicamentos biotecnológicos. A biotecnologia faz parte do presente e do futuro do Grupo União Química.



Ir para o topo