x

Projeto Raízes da União inicia plantio de mudas de árvores no Sistema Cantareira em SP

Fotos: André Reis Spinelli

Teve início nesta quarta-feira (05), o plantio de 100 mil mudas no Sistema Cantareira. A ação faz parte do projeto Raízes da União, iniciativa socioambiental da farmacêutica União Química, que em cinco anos irá plantar 1 milhão de mudas entre Minas Gerais, Distrito Federal e em São Paulo. Para o estado paulista, o programa firmou parceria com o Instituto de Pesquisas Ecológicas — IPE, que é o responsável pelo plantio e acompanhamentos das árvores.

“O trabalho de restauração florestal vai muito além no plantio das mudas, existe muito estudo, investimento e acompanhamento. O sucesso do programa Raízes da União só estará completo, quando essas mudas estiverem fortes, saudáveis e se perpetuarem para as próximas gerações. Por isso a União Química tem como compromisso mostrar e explicar para a sociedade cada avanço desta iniciativa”, explica Silvana Santana, diretora de Marketing Institucional da União Química.

O Sistema Cantareira foi o escolhido para ação pois é o responsável por mais de 46% do abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), distribuindo água para mais de 7,6 milhões de pessoas e tem alcançado patamares negativos que ligam um alerta para toda a população. “Não é apenas a chuva que enche os reservatórios, é preciso que o solo absorva essa água, e nesse sentido as árvores têm papel fundamental, por isso iniciativas como o Raízes da União são cada vez mais necessárias”, comenta o Engenheiro Florestal e Coordenador Técnico do Projeto do IPE, Paulo Roberto Ferro.

Além do entorno do reservatório do Atibainha, o programa Raízes da União no Sistema Cantareira atuará em outras duas áreas da região, uma em Piracaia e outra em Bragança Paulista, todas próximas ao reservatório Jaguari-Jacareí.

 



Ir para o topo