x
Novidades

Fique por dentro dos principais conteúdos, notícias e novidades.



Queda de pelo em cachorro: sinais, causas e tratamentos

Você sabia que a queda de pelo em cachorro, na maioria das vezes, ocorre naturalmente no organismo do nosso amigo? 

Isso porque, a troca de pelos durante a vida dos cães é uma reação do ciclo folicular, tal como ocorre em nós, humanos.

No entanto, em algumas situações, essa queda de pelo pode ser uma consequência, ou até mesmo um sinal de uma doença preexistente. 

De qualquer forma, se você tem um pet em casa – ou está se preparando para receber um – saiba que a queda de pelo é bastante comum.

Quer aprender mais sobre o assunto e saber identificar quando se trata de uma queda fisiológica ou quando está ligada a alguma doença?

Então, continue conosco e aprenda mais neste conteúdo exclusivo que a União Química preparou para você.

Boa leitura!

Queda de pelo em cachorros: principais causas 

Para quem tem cachorro em casa, deparar-se com pelos pelo sofá, pelo tapete, pelo quarto e até mesmo pela casa toda é bastante comum, concorda?

Afinal, os nossos amigos possuem ciclos foliculares, fazendo com que eles sejam trocados de forma recorrente ao longo do ano (pelo menos 2 vezes ao ano). 

Contudo, a queda de pelo em cachorro pode ter uma explicação para além da reação fisiológica normal do nosso cãozinho. 

Isso porque, ela pode indicar que alguma coisa não está certa com a saúde do nosso pet. 

Nestes casos, é fundamental procurar um médico veterinário para que quaisquer suspeitas de doenças mais graves sejam descartadas e o seu amigo fique bom logo. 

Para que você entenda melhor sobre o assunto, elencamos as principais causas de queda de pelo em cachorro. Acompanhe!

Queda de pelo fisiológica

Como citado anteriormente, a queda de pelo em cachorro é uma reação bastante comum em nossos amigos, independentemente de sua raça. 

Inclusive, não é porque um cão tem muito pelo que isso seja um indicativo de que ele irá soltar bastante pelo durante sua vida. 

Por outro lado, algumas raças possuem maior propensão a terem uma queda maior de pelo. São elas:

  • Beagle;
  • Chow Chow;
  • Pug;
  • Yorkshire Terrier;
  • Buldogue Francês;
  • Labrador;
  • Pastor Alemão;
  • Golden Retriever.

Você, no entanto, precisará ficar de olho caso a queda de pelo seja excessiva no seu cachorro. Afinal, isso é um forte indicativo de que alguma doença o acometeu. 

Para sanar quaisquer dúvidas sobre o assunto, não deixe de procurar o médico veterinário de sua confiança e solicitar mais informações sobre a saúde do seu cãozinho. 

cachorro com trauma


Traumas ou estresse

Levar o cachorro para passear possui diversos benefícios, você deve saber disso. Mas você também sabia que a queda de pelo em cachorros pode ser evitada com essa simples ação?

Afinal, assim como nós, seres humanos, os cachorros também podem ficar estressados com o dia a dia – ainda mais quando ficam confinados em uma casa ou apartamento por muito tempo. 

Ou então em situações em que há maus tratos, o estresse causado pode contribuir para a queda de pelos. 

Você já deve ter percebido que uma das principais consequências dos maus tratos aos animais é a pele áspera e machucada. 

Por isso, levar o cãozinho para passear e dar bastante amor e atenção é uma das principais recomendações para evitar o estresse e consequentemente minimizar a queda de pelo em cachorro. 

Problemas hormonais

Outro aspecto bastante importante e que é visto com certa frequência quando se observa  muita queda de cabelo é a relação com os hormônios do pet. 

Afinal, os hormônios são os principais responsáveis pelo crescimento sadio dos pelos e, por isso, quando há algum descontrole hormonal, podem ocorrer quedas excessivas.

Nesta situação, o recomendado é procurar um médico veterinário e identificar qual o real problema do cãozinho para que uma conduta assertiva possa ser tomada.

Inclusive, atualmente, existem médicos veterinários especializados em endocrinologia e metabolismo canino. Assim, esses profissionais podem ser a melhor alternativa para te ajudar nessa questão. 

Além disso, é importante retomarmos a ideia do tópico anterior e mostrar a relação que existe entre o estresse e os fatores hormonais. 

Isso porque, quando o cachorro está estressado, há liberação de altos níveis de cortisol no organismo. Esse hormônio, contudo, pode contribuir para a  queda excessiva do pelo.

Por isso, estimular a qualidade de vida e o bem-estar psicológico dos nossos amigos é um passo indispensável para evitar o problema com as quedas de pelo e outras doenças. 

Alergias a produtos ou alimentos

A queda de pelo em cachorro também pode ser fruto de reações alérgicas iniciadas pelo contato do cãozinho com determinados produtos químicos frequentes em casa. 

Cosméticos, inclusive, não devem ser utilizados em animais – exceto aqueles que são específicos para os animais, justamente para não desenvolverem alergias mais graves.

Com relação aos alimentos, eles também possuem uma relação direta com a qualidade e saúde do pelo do animal. 

Afinal, as carências nutricionais podem ser responsáveis pela queda excessiva do pelo, bem como as alergias a determinados alimentos.

Portanto, uma das medidas para se prevenir esse quadro no seu amigo é evitar alimentá-lo com outros tipos de alimentos que não sejam específicos para cães.

Isso porque, os alimentos que nós, humanos, comemos, podem não ser benéficos para o seu cãozinho, e/ou ainda podem contribuir para o desbalanceamento nutricional da dieta dos pets 

E é importante mencionarmos isso porque é difícil resistir aos olhares meigos e doces dos nossos amigos pedindo um pedacinho do salgado ou do doce que estamos comendo, não é mesmo?

Porém, lembre-se: o organismo do animal não é preparado para metabolizar alimentos de humanos, pois a fisiologia deles é bastante diferente da nossa e isso pode prejudicá-los. 

Infecções parasitárias

Carrapatos e pulgas são infestações comuns na maioria dos cãezinhos, não é mesmo? 

Isso porque, os cães estão em contato direto com outros cachorros ou até mesmo com a terra, grama etc. 

Assim, é normal que, pelo menos uma vez na vida do seu pet, certas infestações sejam frequentes. 

Logo, quando esse quadro é instalado, é comum os cachorros apresentarem em sua pele bastante coceira no local em que foram picados e, por consequência, queda de pelo.

Por conta disso, levá-lo até o médico veterinário é uma medida fundamental para evitar que as lesões se tornem cada vez maiores e as quedas de pelo se tornem mais intensas. 

O tratamento, neste caso, será feito por meio dos antiparasitários, justamente para que a infestação de parasitas seja evitada e a coceira eliminada. 

Porém, ele só deve ser administrado mediante prescrição do médico veterinário.

como prevenir queda em pelo de cachorro


Como prevenir a queda de pelo do seu cachorro? Confira dicas

Agora que você aprendeu as principais causas de queda de pelo em cachorro, chegou o momento de conhecer as melhores dicas para preveni-la.

Porém, lembre-se do que falamos: a queda de pelo em cães, em muitos casos, é bastante normal e deve ser esperada por quem tem pet em casa. 

Você só precisará ficar de olho se essa queda for excessiva e se outros sinais  vierem acompanhados. Nesses casos, o médico veterinário deverá ser procurado. 

Escovação

Escovar o pelo dos cães vai muito além de dar carinho e atenção aos nossos cãozinhos. 

Afinal, o ato de escová-los pode estimular o crescimento de pelos saudáveis, bem como remover pelos mortos. 

Dessa forma, é altamente recomendado realizar uma escovação adequada e frequente no seu pet,justamente para que os pelos não fiquem espalhados pelo corpo do animal. 

Alimentação

A alimentação também é um aspecto importante e que deve ser levado em consideração, pois ela influencia diretamente na qualidade do pelo do animal. 

Isso porque, assim como nós, os animais precisam de nutrientes para terem mais qualidade de vida, além de pelos mais brilhosos e resistentes. 

O importante, contudo, é que você procure alimentá-los com a ração própria para a raça além de levar em consideração a idade, se são filhotes ou adultos e se há alguma doença pré-existente.  

Uso de antiparasitários

O uso de antiparasitários, como mencionamos anteriormente, é uma estratégia utilizada para reduzir  e tratar a infestação por parasitas.

No entanto, eles só devem ser comprados e administrados no seu pet com a recomendação do médico veterinário de sua confiança.

Isso porque, alguns animais desenvolvem reações alérgicas/adversas com o uso frequente de antiparasitários. Por isso é importante ter a recomendação do veterinário. 

Suplementação

A suplementação, hoje, é uma das melhores alternativas para garantir mais saúde aos nossos pets e, assim, evitar a queda de pelo em cachorro. 

Isso porque, assim como nós, humanos, os cães podem não conseguir alcançar as doses necessárias de vitaminas e minerais para deixar seu pelo macio, sedoso e brilhante.

Logo, a suplementação com ácidos graxos essenciais e vitaminas é uma excelente forma de promover mais qualidade de vida e bem-estar ao seu cãozinho.

Aqui, na União Química, você encontra o que há de melhor no mercado para que o seu pet não tenha quedas excessivas em seu pelo.  

Acesse o nosso site e conheça o Hidrapet Ômega: um dos melhores suplementos para garantir uma melhor do brilho e saúde da pele e pelagem do seu cãopanheiro.

suplementação para evitar queda de pelo de cachorro


Conclusão

No conteúdo de hoje, você aprendeu quais são as principais causas de queda de pelo em cachorro.

Além disso, conheceu as melhores dicas para evitar que o seu cãozinho sofra com queda excessiva de pelo.

Por fim, por perceber que, por mais que a queda de pelo seja uma ação fisiológica bastante comum, em alguns casos se faz necessário a intervenção com medicamentos e até mesmo suplementação. 

Porém, é importante ficar ligado e investir na suplementação que tenha uma procedência confiável. Aqui, na União Química, temos a solução que você precisa para auxiliar na redução de queda de pelo em cachorros de forma excessiva. 

E aí, gostou do conteúdo de hoje? Então, acesse o blog da União Química e não perca nenhuma novidade.

Fontes



Ir para o topo