x
Novidades

Fique por dentro dos principais conteúdos, notícias e novidades.



Vitaminas para gestantes: saiba quais são e a importância delas

A gestação é uma experiência marcante na vida da mulher. No entanto, essa é uma fase que requer certos cuidados especiais. Um deles, por sinal, é a preocupação com as vitaminas para gestantes. 

Isso porque, se as vitaminas e demais nutrientes já são importantes em outros ciclos da vida, imagina o quão essenciais são para a gestante. 

Elas, por sinal, além de garantirem o bom funcionamento do organismo da mulher, prevenindo contra certas deficiências nutricionais, contribuem para o pleno desenvolvimento do bebê.

Dessa forma, ele poderá nascer mais forte e saudável, pois será beneficiado pelas doses nutricionais diárias recomendadas. 

No entanto, por ser um tema de extrema importância, requer a aplicação de certos cuidados, justamente para garantir a segurança do bebê e da mãe.

Hoje, neste artigo, você será capaz de aprofundar os seus conhecimentos e compreender, afinal, qual a importância das vitaminas para gestantes. 

Vamos lá? Então, continue conosco e tenha uma excelente leitura!

Vitaminas para gestantes: qual a importância?

As vitaminas para gestantes, tal como os demais nutrientes, é fundamental para a mãe e para o bebê, fazendo com que ambos possam ser beneficiados. 

Na mãe, as vitaminas podem contribuir para que ela não desenvolva certas doenças, as quais, por sinal, não são tão raras como se costuma pensar, como a anemia, por exemplo.

Sobre a anemia, diga-se de passagem, a principal causa é a deficiência de ferro. Muito disso pode decorrer da inadequação alimentar durante essa fase, como apontam os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, realizada em 2018.

Segundo o relatório, hoje, no Brasil, 20% dos jovens na faixa etária de 10 a 18 anos consomem menos ferro do que o necessário. Quando olhamos para as mulheres adultas, esse número pode chegar a 30%. 

Agora, no que diz respeito a gestantes, o número é ainda mais preocupante. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), 40% das mulheres grávidas são afetadas pela anemia. 

Por conta disso, as vitaminas para gestantes, bem como os minerais e demais nutrientes são essenciais para garantir qualidade de vida e bem-estar à mulher.

Inclusive, a demanda por nutrientes (não só vitaminas), aumenta de acordo com o tempo de gestação. Por isso é importante que a gestante tenha um aporte adequado de nutrientes.

No bebê, por sua vez, as vitaminas contribuem para que haja um crescimento forte e saudável e um consequente desenvolvimento favorável. 

Importante ressaltar que as vitaminas podem ser conquistadas mediante uma alimentação equilibrada. Porém, não é raro encontrar grávidas que não conseguem atingir as recomendações diárias apenas por essa via.

Nestes casos, o ideal é realizar a suplementação. No entanto, nenhum suplemento pode ser iniciado sem que o médico seja consultado previamente. 

Conheça os principais minerais e vitaminas na gravidez

Abaixo, confira uma lista com os principais nutrientes – vitaminas e minerais – que são considerados essenciais durante a gestação. 

Acompanhe!

Ácido fólico (vitamina B9)

A vitamina B9, mais conhecida como ácido fólico, é uma das vitaminas mais importantes na vida da gestante. Inclusive, a recomendação é que a suplementação dela seja feita antes mesmo da gestação (3 meses, aproximadamente). 

Além disso, ela é fundamental para o desenvolvimento adequado do bebê, pois é uma vitamina que atua diretamente na formação do chamado “tubo neural”.

Dessa forma, ela contribuiu para que doenças congênitas, bem como lesões, sejam evitadas. Logo, sua utilização é bastante encorajada pelos médicos. 

Ela também desempenha outros papéis importantes, como auxiliar na expressão genética, promover uma proliferação celular adequada, etc. 

Assim, o ácido fólico deve ser suplementado nas mulheres grávidas na dosagem correta, ou seja, 0,4 mg/dia (400 µg) – a começar na fase pré-gestacional até o término da gestação.

Vitamina B6

Outra vitamina fundamental é a piridoxina – vitamina B6. Afinal, ela atua no desenvolvimento do sistema nervoso e, inclusive, nas células do sangue (glóbulos vermelhos).

Além disso, contribui para a produção adequada de ácido nucleico. 

Uma curiosidade sobre essa vitamina é que ela também é bastante indicada quando se tem enjoos recorrentes durante a gestação.

Vitamina para enjoo durante gestação

 

Vitamina D

Hoje, a vitamina D, considerada, na verdade, como um hormônio, atua de forma ativa em diversas funções desempenhadas pelo organismo da gestante. 

Uma delas, por sinal, é a sua contribuição para reduzir as chances da instalação de quadros de diabetes gestacional e de pré-eclâmpsia. 

Além disso, o raquitismo, nascimento prematuro e até mesmo o autismo podem ter suas chances de desenvolvimento reduzidas quando as taxas de vitamina D estão adequadas no organismo da mulher grávida.

Os principais alimentos em que a vitamina D pode ser encontrada são:

  • ovos;
  • sardinha;
  • atum;
  • óleo de fígado de bacalhau.

Porém, a vitamina D é obtida principalmente por meio da exposição adequada aos raios solares, sem a utilização de filtros ou bloqueadores solares. 

O ideal é que a gestante fique exposta ao sol, todos os dias, por, pelo menos, 15 minutos. 

No entanto, é sempre importante seguir a recomendação médica para que melhores resultados sejam alcançados.

Vitamina A

A vitamina A é outra vitamina para gestantes que não deve ser negligenciada, visto os benefícios que ela pode proporcionar tanto para o organismo da mãe quanto do bebê. 

Na mãe, a vitamina A contribui para uma prevenção adequada contra possíveis infecções e, além disso, ajuda no aumento da imunidade.

No bebê, por sua vez, essa vitamina é capaz de possibilitar para que haja um desenvolvimento adequado das células do organismo, principalmente as células dos olhos, dos pulmões e do coração. 

Porém, é importante mencionar que o médico sempre deverá ser consultado antes que qualquer suplementação seja iniciada, justamente para evitar riscos à mãe e ao bebê.

Isso porque, quando há a instalação da chamada “superdose”, o nutriente pode acabar fazendo o efeito contrário do seu objetivo.

Diante disso, as consultas de pré-natal são o melhor momento para que a gestante consiga tirar todas as suas dúvidas.

Cálcio

O cálcio, principalmente em conjunto com a vitamina D, contribui para a devida formação dos ossos e dentes do bebê.

Além disso, ele atua no momento em que os nervos, músculos e até mesmo o coração estão se desenvolvendo. 

Sua ingestão pode ser facilitada quando se tem um aumento no consumo de certos alimentos considerados fontes de cálcio, tais como:

  • leite e seus derivados, como iogurte;
  • castanha do pará;
  • folhosos verde-escuros (uma opção para veganos, por exemplo).
Principais vitaminas para gestantes

 

Ferro

O ferro é um dos minerais mais importantes encontrados no organismo humano. 

Isso porque, ele é fundamental para a devida formação das células do sangue que atuam no transporte de oxigênio para os órgãos.

A suplementação de ferro, por sua vez, é indicada para evitar possíveis complicações, bem como a instalação de quadros de anemia.

Além disso, é um recurso utilizado para promover maior assistência à gestante no período pré-natal, justamente para diminuir os riscos de baixo peso no nascimento.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), o recomendado é iniciar a suplementação de ferro a partir do momento em que se toma conhecimento da gestação. 

Zinco

O zinco, certamente, não poderia ficar de fora da lista com as principais vitaminas para gestantes, justamente porque ele é essencial durante a gestação.

Afinal, ele irá atuar de forma direta no desenvolvimento adequado da parte neurológica e cognitiva do bebê. 

Na mãe, por sua vez, esse mineral pode contribuir para que o tempo de cicatrização de algumas lesões possíveis, por exemplo, seja reduzido significativamente.  

Quando começar a tomar vitaminas na gravidez?

A recomendação para começar a tomar vitaminas e outros minerais durante a gestação é consultar o médico que está acompanhando a gestante. 

Hoje, no Brasil, é preconizada a suplementação de ferro e ácido fólico. 

Porém, outras podem ser necessárias para que a gestante tenha qualidade de vida e bem-estar durante essa fase importante de sua vida.

No entanto, nenhum suplemento pode ser iniciado sem a devida recomendação médica, justamente para evitar que a mãe e o bebê tenham riscos à saúde desenvolvidos. 

Caso a suplementação seja para você, procure por uma que atenda suas reais necessidades e que seja de procedência confiável.

Para isso, você pode contar com a União Química! 

Afinal, temos os produtos selecionados e o que há de melhor disponível no mercado para que você garanta mais segurança e tranquilidade durante a gestação.

Acesse o nosso site e conheça o Mega Master, um suplemento alimentar para gestantes que possui 20 nutrientes essenciais para a gestação.

Gestação saudável e tranquila

 

Conclusão

Ao longo deste conteúdo, você pode aprofundar os seus conhecimentos aprendendo, afinal, quais são e quais as funções que as vitaminas para gestantes desempenham.

Além disso, foi capaz de perceber que, nem sempre, as recomendações nutricionais desses nutrientes serão alcançadas de forma satisfatória pela gestante.

Logo, é fundamental a suplementação para que não haja quaisquer prejuízos para a mãe e tampouco para o bebê.

Neste cenário, você pode contar com a qualidade dos produtos da União Química, uma empresa que coloca o paciente em primeiro lugar e que está em constante evolução para sempre garantir qualidade de vida e bem-estar.

Para continuar aprendendo, acesse o blog da União Química e não perca nenhuma novidade.

Fontes



Ir para o topo